Wednesday, February 27, 2008

Michael Gira no Fade In Festival, Leiria

Michael Gira em Leiria, antóNio, Fev. 2008

Muito profissional e competente, Michael Gira debitou em Leiria um par de canções fortes, na noite de Domingo, 24. Incisivo, a coerência da voz e a dureza das palavras servem para ocultar a pouca musicalidade das suas peças. Um, dois e nunca mais de três acordes (algumas vezes desajeitados) servem para suportar histórias em torno das suas temáticas de eleição. Não é preciso mais. O Rock (e o Punk em particular) nunca precisou de muito mais.

Michael Gira é um consumidor compulsivo de música, tendo estabelecido em 3 décadas uma teia de parcerias muito ampla (dos Pan Sonic aos Boredoms, para indicar apenas um dos vectores da malha). Sobrevivente do cataclismo SWANS, mantém com grande coerência os Angels of Light e consegue tempo para escrever, para gravar e partir em tournée, ao mesmo tempo que mantém sozinho o projecto editorial na Young God Records .

Gira brindou alguns dos seus fãs de longa data com aquilo que começou a fazer na segunda metade dos anos 80. Voz poderosa e guitarra acústica incisiva, como alternativa às muralhas de som eléctrico que caracterizaram uma boa parte do projecto Swans. As temáticas continuam a ser as mesmas: obsessões, sexo, morte, relações pais filhos e irmãos. Canções musculadas que conseguem agarrar quem a elas se expõe.

O profissionalismo e a forma como continua na música, empurraram em poucos minutos, no final do concerto, Michael Gira do palco para o foyer do teatro Miguel Franco para vender e autografar alguns vinis e cds da sua lavra. Valeu a pena.

Aguardamos novas propostas o Fade In.


Friday, February 22, 2008

Michael Gira em Leiria ( e Lisboa)


O Sr. Swans, Angel of Light, manager da label Young God Records, (...) está para aterrar em Portugal. Vai estar em concerto em Leiria no próximo Domingo, às 22h, no Teatro Miguel Franco, antigo Mercado. Que pena não vir acompanhado por Jarboe! ( Pena? De ganso? ..) Leiria é aqui ao lado. Vai valer a pena.

Michael Gira, by Anne Helmond

Meio mês no Sudão

Para quem quiser espreitar alguma da realidade no Sudão, e perceber quão distante está Africa desta nossa Europa, vale a pena ler a honestidade das palavras deste Blog:

http://onemonthinsudan.blogspot.com/


Copyright, Daniela Nascimento, @ Khartoum, Fev. 2008

Falta pouco para terminar o mês, dona Rute. Não esquecer algum instrumento percurssivo. O meu tambôr Moçambicano está um pouco gasto!

Friday, February 15, 2008

Saul Leiter na fundação HCB

A fundação Henri Cartier-Bresson mostra por estes dias, pela primeira vez em França, uma retrospectiva do fotógrafo americano Saul Leiter. A exposição é uma coincidência interessante, já que acontece 60 anos depois de Saul Leiter ter decidido dedicar-se à fotografia, ao sentir-se fortemente impressionado com uma exposição do próprio Cartier-Bresson no MoMA, em 1942.

Tendo iniciado o seu trabalho artístico como pintor, Leiter tornou-se no final dos anos 40 num dos pioneiros da fotografia a cores na América. Fez na década de 50 das ruas de Nova Iorque o seu laboratório, vagabundeando para fixar detalhes do quotidiano urbano. Luz, sombras, reflexos em dias chuvosos. Retratos de ilustres desconhecidos, mobiliário urbano, silhuetas de transeuntes.

New York, 1960 - © Saul Leiter (Howard Greenberg Gallery)

Expôs no MoMa em 1953 e 1957 e dedicou a maior parte do seu percurso em trabalhos para publicações como a Esquire ou a revista de moda Harper's Bazaar. As suas fotografias de rua, trabalhos mais pessoais e intimistas, só viriam a ser verdadeiramente reconhecidos depois de 1990, após uma antologia organizada pela Howard Geenberg Gallery (New York).

New York, 1954 - © Saul Leiter (Howard Greenberg Gallery)

Saul Leiter nasceu em 1923 em Pittsburgh e vive em New York onde continua discretamente a pintar e a fotografar. Para descobrir a poesia do olhar de Saul Leiter, f. HCB.

Thursday, February 14, 2008

M/M: DJ ing with graphics

Chocámos pela primeira vez com o trabalho do duo M/M (Paris) [Mathias Augustyniak e Michael Amzalag] em 2001 , no belissímo albúm Vespertine de Bjork ( Herbert, Matmos, Zeena Parkins, ...). Não nos apercebemos que os primeiros grifos animados do site para o Palais de Tokyo tinham sido igualmente obra M/M. ... O tempo voou e hoje aterramos no imenso mundo onde se movem estes designers parisienses.


O Le Monde chamou-lhes Dj's da imagem gráfica: sobreposição, sampling, turbulência macro e agitação ao nível do pixel. Movimento, muita dinâmica no interior das formas, nos detalhes. Colagens, fotografia fragmentada, tipos. Cataclismos gráficos. Tudo aplicado nos mais diversos meios. Capas para discos (Bjork), campanhas publicitárias (Calvin Klein), cenografia de exposições, art posters, ...

Perca-se no sítio M/M(Paris), ou arrisque fazer download do catálogo de posters (deste ano):

Sunday, February 10, 2008

Foals

5 rapazolas (estudantes?) em Oxford com um Pop eléctrico dançante. Mais Bloc Party, Klaxons ou Franz Ferdinand. Guitarras saltitantes suportadas por baixo e bateria endiabrados. Antidotes, o primeiro álbum, deverá ser lançado no próximo mês de Março.
Continua a soprar ar fresco vindo das ilhas britânicas.



http://www.myspace.com/foals

Sunday, February 03, 2008

Last Conversation

Segredar... uma e outra vez. Juan Muñoz vai estar em Serralves em Outubro.