Wednesday, February 27, 2008

Michael Gira no Fade In Festival, Leiria

Michael Gira em Leiria, antóNio, Fev. 2008

Muito profissional e competente, Michael Gira debitou em Leiria um par de canções fortes, na noite de Domingo, 24. Incisivo, a coerência da voz e a dureza das palavras servem para ocultar a pouca musicalidade das suas peças. Um, dois e nunca mais de três acordes (algumas vezes desajeitados) servem para suportar histórias em torno das suas temáticas de eleição. Não é preciso mais. O Rock (e o Punk em particular) nunca precisou de muito mais.

Michael Gira é um consumidor compulsivo de música, tendo estabelecido em 3 décadas uma teia de parcerias muito ampla (dos Pan Sonic aos Boredoms, para indicar apenas um dos vectores da malha). Sobrevivente do cataclismo SWANS, mantém com grande coerência os Angels of Light e consegue tempo para escrever, para gravar e partir em tournée, ao mesmo tempo que mantém sozinho o projecto editorial na Young God Records .

Gira brindou alguns dos seus fãs de longa data com aquilo que começou a fazer na segunda metade dos anos 80. Voz poderosa e guitarra acústica incisiva, como alternativa às muralhas de som eléctrico que caracterizaram uma boa parte do projecto Swans. As temáticas continuam a ser as mesmas: obsessões, sexo, morte, relações pais filhos e irmãos. Canções musculadas que conseguem agarrar quem a elas se expõe.

O profissionalismo e a forma como continua na música, empurraram em poucos minutos, no final do concerto, Michael Gira do palco para o foyer do teatro Miguel Franco para vender e autografar alguns vinis e cds da sua lavra. Valeu a pena.

Aguardamos novas propostas o Fade In.


No comments: