Saturday, October 13, 2007

From Siberia with Love

Claramente inspirada num graffiti de Banksy, um beijo de dois polícias fotografados nos arredores de Novosibirsk em plena floresta siberiana, é um dos trabalhos do colectivo Blue Noses pertencente ao conjunto das 16 obras censuradas pelas autoridades Russas, impedindo-as de sairem do país para serem mostradas em Paris. O ministro da cultura Russo não autoriza que os quadros, videos, fotografias e instalações do colectivo siberiano sejam vistos fora da Rússia, considerando que estas obras envergonham o seu país.

É num vasto território de sátira política e social que o grupo de artistas denominados Blue Noses desenvolve a sua acitividade. Sexo, cultura , política ou religião são alvos fáceis para as paródias de um conjunto de artistas oriundos da Rússia mais longíncua. A fotografia e o video são suportes eleitos para os trabalhos do grupo. Exemplos: uma fotografia mostrando Vladimir Putin, George W. Bush e Osma bin Laden em divertidas brincadeiras numa cama, em cuecas, ou um nú feminino cuja face é uma fotografia das Torres Gémeas no 11 de Setembro.

Apanhámos a notícia no jornal Público de hoje, citando o britânico The Guardian, e aproveitámos para espreitar mais trabalhos vindos da Sibéria, representados pela galeria Guelman de Moscovo

"The state is beginning to administer culture in the same way it did under Khrushchev" Alexander Shaburov, justifica um dos artistas que dá a cara pelo Blue Noses.


No comments: