Monday, July 09, 2007

Bernd Becher morreu aos 75 anos

A 22 de Junho deste 2007 morreu Bernd Becher. Conceituado fotógrafo alemão, professor e influente pedagogo, alguns dos seus alunos formam um dos núcleos de maior sucesso de todos os tempos da fotografia de arte: Candida Hofer, Thomas Struth, Thomas Ruff e Andreas Gursky. Apenas como exempo, Gursky é actualmente o fotógrafo vivo com o recorde de preço de um único trabalho, mais de 3,3 milhões de dólares, para o seu díptico 99 cents.

O fascínio de Bernd Becher pelos vestigios da era industrial, e os seus efeitos na paisagem, foi ao longo da maior parte da sua vida partilhado pela sua mulher, Hilla Becher, com quem se cruzou ainda enquanto estudante na Staatliche Kunstakademie de Stuttgart. Uma abordagem científica e rigorosa, mantendo as imagens que produziam o mais uniformemente possível, são marcas indissociáveis dos seus trabalhos. O legado de Bernd e Hilla Becher inclui análises metódicas e sistemáticas sobre técnicas de engenharia e construção, torres de água, depósitos de gás, casas e prédios de habitação ou silos para cereais.

A escola Becher há muito que é reconhecida, e a sua influencia em toda uma geração de fotógrafos documentais e artistas, garantem-lhe reputação como um dos nomes mais importantes da fotografia na segunda metade do século passado. Os trabalhos da dupla Becher estiverm representados em Portugal diversas vezes, desde dos Encontros de Fotografia de Coimbra aos Encontros de Imagem de Braga, ou, mais recentemente, a exposição deste ano comissariada por Jorge Calado para a Fundação Gulbenkian: Ingenuidades - Fotografia e Engenharia.

No comments: